Coronavírus – desafio a ser enfrentado

Tempo de leitura: 2 minutos

Coronavírus – como o(a) síndico(a) pode enfrentar essa ameaça

Transformar ameaças em oportunidades: esta é uma frase muito usada em administração e normalmente se refere à competição empresarial. Porém, o desafio ou as ameaças que todos estão passando hoje tem a ver com uma coisa minúscula, um vírus, mais especificamente o Coronavírus ou Covid-19.

Pelas notícias que acompanhamos pela mídia e órgãos oficiais é uma doença grave e que se espalhou por todo o mundo, com uma rapidez espantosa. O ministro da saúde afirmou que o pico dos casos aqui no Brasil se dará nos próximos dois a três meses.

Se você é um síndico, um gestor, não poderá fingir que esse grave problema não é com você. Imagine a possibilidade de transmissão entre funcionários, ou de funcionário para morador, ou entre moradores.

Logo, a posição do(a) síndico(a) em relação a este período tem que ser  firme. O que fazer?

Encare essa ameaça como um desafio e transforme em oportunidades: tome a iniciativa, lidere ações de prevenção, de esclarecimento e de ajuda; compreenda que você é a autoridade maior dentro de um condomínio e tem que ter atitudes coerentes. Valorize sua intuição e seja criativo na busca de novas ações, porém adequadas à realidade.

Partindo para a ação.

Não perca tempo, tome logo uma atitude e aqui vão algumas dicas:

Reúna sua equipe e informe sobre o vírus e as medidas de higiene para evitá-lo:

  • A importância de lavar bem as mãos ao chegar no condomínio e ao chegar em casa; aproveite e coloque sabão e álcool gel em vários pontos do condomínio (não deixe faltar),
  • Os funcionários devem evitar ficar batendo papo entre eles e caso necessário manter a distância mínima de 1 metro.
  • Se a pessoa for espirrar deve tomar o cuidado de tapar com o braço,
  • Se algum funcionário teve sintomas de gripe, seguir as orientações que médicos e autoridades estão dando a todo o momento.

Outras iniciativas:

  • Enfatize para os funcionários a importância de estarem mais atentos aos moradores e suas necessidades, principalmente os idosos.
  • Vários supermercados estão oferecendo serviço de delivery. Levante lojas próximas ao seu condomínio que ofereçam esse serviço e faça um informativo aos moradores esclarecendo.
  • Outra possibilidade é de manter um funcionário de prontidão que possa ir comprar algum item para as pessoas idosas que moram sozinhas e têm dificuldade de locomoção (atuação emergencial). Divulgue.
  • Caso haja alguma suspeita, ou caso confirmado entre os moradores, alerte os funcionários para que redobrem os cuidados, porém que estejam disponíveis para auxiliar as pessoas envolvidas na situação.
  • Varias iniciativas de ajuda, por exemplo para moradores confinados, com ansiedade, depressivos e outros sintomas estão sendo divulgados pela internet. Se julgar pertinente divulgue.

Tipos consultoria

Consultor: Administrador Marcio Antonio Ferreira – 971085874

Consultora associada: Advogada Ana Paula Cleven – 985584185

Sobre Marcio Antonio Ferreira

Marcio Antonio Ferreira

Mestre em Gestão Empresarial pela EBAPE/FGV; 10 anos de experiência na aplicação do Indicador de Tipos Psicológicos (MBTI); 35 anos de Petrobras, ocupando funções gerenciais e como consultor em RH.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *